Notícias

Voltar

Inhotim: Projetos educativos e sociais estreitam relação com comunidade

Já se programou para o feriado do próximo dia 12 de outubro? O InfoArtSP tem publicado semanalmente matérias que apresentam ao público o espaço do maior museu a céu aberto do mundo: o Instituto Inhotim! Após apresentarmos o acervo de Arte Contemporânea e o Jardim Botânico e seu projeto paisagístico, nesta matéria vamos abordar os projetos educativos e sociais promovidos pelo instituto localizado em Brumadinho, a 60 km de Belo Horizonte (MG), para você conhecer mais a fundo o trabalho do Inhotim.

Vistas dos jardins do Inhotim (Foto: InfoArtSP)

Ações educativas
Cerca de 2.500 alunos das redes particular e pública de ensino de Brumadinho e da Grande Belo Horizonte visitam o Inhotim todo mês. Os projetos educativos do instituto promovem uma série de ações para aproximar a sociedade dos valores da arte, do meio ambiente, da cidadania e da diversidade cultural.

Desde sua abertura ao público, o Inhotim desenvolve uma série de projetos voltados exclusivamente para estudantes de Brumadinho e região, valorizando a conexão essencial entre município e Instituto. São programas que versam principalmente sobre arte, meio ambiente e música, e têm como um dos robjetivos o protagonismo juvenil, oferecendo aos participantes insights para que possam se tornar vozes ativas em suas comunidades. São propostas que afirmam e fortalecem um espaço de experimentação no âmbito das ações educativas em instituições culturais e no campo da educação não-formal.

Além de parcerias com escolas, prefeituras e secretarias municipais e estaduais de educação, também são oferecidas gratuitamente visitas mediadas educativas para o público em geral. Ideais para aproximar o visitante daquilo que o Parque oferece em arte contemporânea, botânica e meio ambiente, acontecem em horários e locais preestabelecidos:

- A visita panorâmica proporciona uma visão geral sobre a dinâmica do Inhotim. Ao percorrer o Parque, os participantes e mediadores conversam sobre questões relacionadas às obras e ao projeto paisagístico do Instituto. Com duração de 1h, acontece todos os dias de visitação, às 11h e às 14h. O ponto de partida é a recepção de Inhotim.

- A visita temática proporciona um encontro entre o educador e o visitante para discussão sobre obras e plantas do acervo, tendo um recorte temático bimestral como ponto de partida. Com duração de 1h30, acontece às quartas-feiras, sábados, domingos e feriados, às 10h30, saindo da recepção.

Também faz parte da Programação Educativa as Semanas Institucionais, que contam com oficinas, jogos, ciclo de palestras e outras atividades para todas as faixas etárias. Para saber das atividades do Inhotim, basta acessar seu calendário.

Ação educativa nos jardins do instituto (Foto: Reprodução/MinC)

Ações sociais
Ciente de sua importância para a cidade de Brumadinho, o Instituto Inhotim realiza uma série de atividades ligadas ao desenvolvimento do município. Constituído por uma área de 640 km² e com uma população estimada de 37.314 habitantes (IBGE, 2014), encontra-se dividido territorialmente em cinco distritos: Brumadinho, Aranha, Piedade do Paraopeba, São José do Paraopeba e Conceição do Itaguá. A população rural está distribuída em distritos e povoados, incluindo seis comunidades quilombolas, sendo quatro delas já reconhecidas pela Fundação Palmares, vinculada ao Ministério da Cultura.

O Inhotim também se compromete com o desenvolvimento da população local, focando no fortalecimento do capital social do município com o apoio de lideranças e organizações comunitárias ou de natureza social. Todas as ações visam oferecer autonomia aos sujeitos, tendo as pessoas e os grupos sociais como centro e objeto do trabalho realizado pelo instituto. Desde a valorização de manifestações culturais populares, ao incremento de negócios das redes gastronômica e hoteleira, passando pela mobilização social e pesquisas de resgate histórico, o Inhotim se afirma como um ator relevante nas relações da cidade, aproximando ainda mais Inhotim e Brumadinho.

Ações visam aproximar o Inhotim da cidade e da cultura da região de Brumadinho, Minas Gerais (Foto: Divulgação/Instituto Inhotim)

Programas
Confira os programas oferecidos pelo Instituto Inhotim com um pequeno resumo de suas atividades:

Para escolas e professores
Descentralizando o acesso
A Rede Pública de Ensino da Região Metropolitana de Belo Horizonte tem um programa específico para a inserção da comunidade escolar no Inhotim: o “Descentralizando o Acesso”. Nesse programa, dedica-se uma atenção especial ao trabalho dos professores. A partir da realização de workshops que antecedem as visitas escolares, os professores são instigados a participar da construção dos temas e conteúdos dos roteiros de visita, potencializando o contato dos alunos com o Inhotim e produzindo desdobramentos dessa experiência.

Espaço Ciência
O espaço expositivo utiliza diferentes ferramentas educativas, como lupa, microscópio, maquetes, modelos didáticos para ensino de botânica, divulgação da ciência e da informação ambiental. A interatividade é uma aliada no processo de construção do conhecimento para visitantes de diversas idades.

Escola de Cordas (Foto: Divulgação/Inhotim)

Para a comunidade
Escola de Cordas
A Escola de Formação de Instrumentistas de Cordas Inhotim oferece formação musical gratuita para jovens de Brumadinho e região. Os alunos têm aulas teóricas e práticas de violino, violoncelo, viola e baixo e recebem os instrumentos e o material didático. A meta do Instituto é formar uma Orquestra Jovem para atuação na região do Médio Vale do Paraopeba.

Nosso Inhotim
O programa Nosso Inhotim viabiliza a meia-entrada para os moradores de Brumadinho residentes há mais de três anos no município. A iniciativa é mais um estímulo para que o cidadão frequente o parque e se aproprie do lugar, que atrai visitantes de todas as partes do mundo. Os interessados podem se cadastrar na recepção do parque, de terça a sexta-feira, ou pelo site. Uma vez por mês, o cadastro também pode ser realizado na cidade, em data e local divulgados com antecedência pelo Instituto. Os documentos necessários são carteira de identidade (ou equivalente) e comprovante de residência. A carteirinha do programa deverá ser retirada pelo titular na recepção do Inhotim ou durante as ações na cidade.

Laboratório Inhotim
O Laboratório Inhotim é voltado para jovens de escolas municipais de Brumadinho. O Espaço de experimentações busca fundamentação na história da arte, mas acaba por tomar como ponto de partida as experiências cotidianas dos participantes, o contato com artistas e pensadores. O projeto trabalha com a formação de olhares mais amplos, direcionando as atenções para um público que extrapola sua condição de espectador e passa a participar efetivamente deste universo.

Jovens Agentes Ambientais
Formar jovens como multiplicadores de informações ambientais em sua comunidade a partir de reflexões sobre os desafios do meio ambiente se constitui em um dos principais eixos orientadores do programa Jovens Agentes Ambientais. O programa prevê o conhecimento do acervo do Jardim Botânico Inhotim, além de atividades relacionadas à conservação da biodiversidade.

Rede de Artesãos
A partir de um mapeamento sobre os produtos artesanais de Brumadinho e da mobilização dos artesãos, o Instituto Inhotim busca, por meio de diversas atividades, o fortalecimento dos grupos comunitários que se dedicam ao artesanato. Algumas ações são coordenadas em conjunto com o escritório regional do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e visam a melhoria do produto artesanal manual e alimentício.

Rede de Empresários
O Instituto Inhotim incentiva continuamente a Rede de Empresários de Turismo na Região, que já conta com a participação de mais de 40 empresários. Entre as ações desenvolvidas destacam-se as relacionadas à capacitação de pessoal de hotelaria e gastronomia para a oferta de serviços de qualidade.

Educativo Inhotim (Foto: Divulgação/Inhotim)

Quer conhecer outros aspectos do Instituto Inhotim? Confira aqui, aqui e aqui.