Notícias

Voltar

Exposições em cartaz no circuito de artes visuais em São Paulo

Confira a seleção do InfoArt com as melhores exposições de artes visuais que acontecem em São Paulo este final de semana. 

O final de semana traz com ele algumas aberturas de exposições em instituições e galerias paulistanas. Entre os destaques, a arquitetura do centro histórico de São Paulo revelado pelo olhar do fotógrafo Juan Esteves e uma mostra coletiva com obras de artistas contemporâneos do Planalto Central do Brasil.

Veja a seguir as principais exposições em cartaz na cidade:
ABERTURAS

CAMPOS ELÍSEOS
ARTISTA: JUAN ESTEVES
DE 17/3 A 3/6
ESPAÇO CULTURAL PORTO SEGURO

Na exposição, o fotógrafo Juan Esteves apresenta um conjunto de 40 fotografias que fazem parte de um projeto de registro da arquitetura paulistana do centro histórico da cidade. Ao olhar as imagens em preto e branco - que dão ares de registros antigos dos casarões e palacetes da região de Campos Elísios -, é comum o espectador não reconhecer nem mesmo um prédio diante do qual passa todos os dias. Das construções icônicas que a seleção contempla estão, entre outros, o Palacete Victoria e o Palácio dos Campos Elíseos. Outra característica interessante das fotografias é é que todasforam feitas do ponto de vista de quem está andando na rua, por quem está no chão. Saiba mais.

Juan Esteves, Palácio dos Campos Elíseos (ou Palacete Elias Chaves) - Avenida Rio Branco, 1289. Fotografia.

DIALETOS 2
ARTISTAS: VÁRIOS
CURADORIA: PAULO HENRIQUE SILVA
DE 17/3 A 6/5
CENTRO CULTURAL SÃO PAULO

A segunda edição da exposição, que acontece no CCSP, reúne vinte artistas contemporâneos do cenário do Planalto Central brasileiro, apresentando um recorte com visão diversificada e pluralista de artistas do estado de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal e Goiás. A seleção restringiu-se à alguns jovens artistas do Centro-Oeste que têm se destacado em mostras regionais e nacionais e em mecanismos de mapeamento, como os salões de arte de Anápolis, Jataí, Campo Grande, Cuiabá e Brasília. Saiba mais.

Jonas Barros, da série Experimentos para bovinos, 2015. Fotografia 150 x 150 cm e pedras com cores naturais na região de Nobre - MT. (Reprodução CCSP)

COLETIVO_CHOQUE
ARTISTAS: VÁRIOS
CURADORIA: BAIXO RIBEIRO
DE 17/3 A 5/5
STUDIO ALÊ JORDÃO

A coletiva acontece no Studio Alê Jordão e reúne, além de trabalhos do anfitrião, obras dos artistas Daniel Melim, Jaca, Mariana Martins, Matias Picon, Narcélio Grud, Rafael Silveira, Tec e o coletivo BijaRi. A mostra, que é apresentada ao público paulistano como uma grande instalação multimídia, repleta de áreas imersivas, contará ainda com uma programação especial com eventos e oficinas durante os próximos finais de semana. Saiba mais.

Daniel Melim, "SER", Tela-Mural. Políptico em tela e chapa de metal, 250 x 600 cm (Divulgação)

ESSE OBSCURO OBJETO DO DESEJO
ARTISTAS: VÁRIOS
CURADORIA: PHILIP LARRATT-SMITH
DE 17/3 A 28/4
FORTES D'ALOIA & GABRIEL

A galeria apresenta mostra com projeto curatorial do curador canadense Philip Larratt-Smith. Em cartaz simultaneamente em São Paulo e no Rio de Janeiro, a mostra explora as interseções entre abstração, percepção, desejo e memória através do trabalho de oito artistas que compartilham um interesse na morfologia do desejo: Miroslaw Balka, Tacita Dean, Iran do Espírito Santo, Félix González-Torres, Douglas Gordon, Roni Horn, Rivane Neuenschwander e Wolfgang TillmansSaiba mais.

Iran do Espírito Santo, Vapor Metálico, 2016. Aço inoxidável e acrílico, 6.5 x 28 x 6.5 cm. Edição de 25 + 3 PA. © Iran do Espírito Santo. Foto: Eduardo Ortega / Fortes D’Aloia & Gabriel

ÚLTIMOS DIAS

MATRIZ DO TEMPO REAL
ARTISTAS: VÁRIOS
CURADORIA: JACOPO CRIVELLI VISCONTI
ATÉ 18/3
MAC - MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA

Cerca de 40 obras - que possuem como elemento central o tempo -, de artistas brasileiros e internacionais, foram reunidas na mostra para uma reflexão acerca do passar do tempo, seja de um ponto de vista filosófico ou mesmo no sentido processual, dos dias levados para a realização do trabalho artístico. A exposição contempla vários formatos, como vídeo, fotografia e pintura, e exibe obras de importantes artistas, tais como Leonilson, On Kawara, John Cage e Mauro Restiffe. Saiba mais.

On Kawara, Sept.27, 1984, da série Today, 1984. Acrílica sobre tela, 21 x 26 cm. (Divulgação)

ANRI SALA: O MOMENTO PRESENTE
ARTISTAS: ANRI SALA
CURADORIA: HELOISA ESPADA
ATÉ 25/3
INSTITUTO MOREIRA SALLES PAULISTA

A segunda apresentação ampla do trabalho do artista albanês no Brasil apresenta obras ainda inéditas no país. A mostra reúne trabalhos recentes, sobretudo videoinstalações sonoras, e explicita a dimensão política e ao mesmo tempo sensível da obra do artista. Se por um lado os trabalhos de Sala propõem uma avaliação crítica do mundo contemporâneo; por outro, impactam a sensibilidade do espectador por meio do som, explorando em algumas de suas obras o potencial da música de nos conectar de maneira intensa com o presente. Saiba mais.

Anri Sala, still Answer Me (Divulgação)

PAREDÃO
ARTISTAS: ALEXANDRE FURCOLIN, ILÊ SARTUZI, SAMUEL D’SABOIA E YULI YAMAGATA
CURADORIA: GUILHERME TEIXEIRA
ATÉ 25/3
CENTRO CULTURAL SÃO PAULO

A mostra apresenta a ideia de intervenção, apropriação e efemeridade de inscrições urbanas - tais como o graffiti - através da produção dos quatro jovens artistas que integram a exposição. Saiba mais.

Alexandre Furcolin (Divulgação)

Essas e outras exposições você confere na Agenda do InfoArtSP.