Notícias

Voltar

Exposições do final de semana - 12/08

De olho na Semana de Arte, feira que estreia no circuito paulistano na próxima semana, diversas galerias de São Paulo inauguram mostras com o intuito de movimentar seus espaços e apresentar opções culturais ao público trazido pela feira ao longo dos dias.

Ao todo são 12 aberturas de exposições de artes visuais espalhadas pela cidade neste sábado (12) - 10 em galerias e outras duas em outros espaços culturais. Confira as opções e programe-com as dicas que o InfoArtSP selecionou:

Franz Weissmann (1911 - 2005)
Artista: Franz Weissmann
Curadoria: Fernando Cocchiarale e Max Perlingeiro
De 12/8 a 7/10
Pinakotheke São Paulo

Considerado essencial para a renovação da escultura brasileira no século XX, Franz Weissmann é homenageado na exposição que apresenta cerca de 80 de seus trabalhos, além de desenhos, estudos e maquetes. A mostra traça um percurso em que se revela o processo da obra do artista, de seus fios, cubos, torres e amassados, até trabalhos que apontam o retorno ao construtivo da cor. Além das obras presentes neste panorama da produção do escultor, a exposição ainda traz um documentário no qual ele fala sobre Lygia Clark. Saiba mais.

Cubo vazado, 1951-1994.

Tomie Ohtake: Nas pontas dos dedos
Artista: Tomie Ohtake
Curadoria: Paulo Miyada
De 12/8 a 23/9
Galeria Nara Roesler 

Na mostra, o curador Paulo Miyada traz mais uma chave para alcançar o pensamento plástico da consagrada artista brasileira. Focada em pinturas da década de 70, acrescida de algumas gravuras, a exposição inclui parte dos cadernos de Tomie Ohtake – muito pouco conhecidos, mesmo no circuito das artes –, nos quais pequenas colagens revelam como se iniciava a experimentação pictórica da pintora. Saiba mais.

Tomie Ohtake, Sem Nome, 1979 (Divulgação)

Dan Graham
Artista: Dan Graham
De 12/8 a 12/11
Galeria Nara Roesler

A individual do americano contribui para elucidar a obra do artista, que desde a década de 1960 realiza experimentos multimídia envolvendo performances, vídeos e arquitetura, no sentido de refletir não apenas sobre as instituições de arte e seu contexto comercial, como também sobre as implicações sociais das estruturas de consumo, representação e comunicação. Saiba mais.

Dan Graham, Sem Nome, 2016 (Divulgação)

Menas
Artista: Alice Shintani
De 12/8 a 23/9
Galeria Marcelo Guarnieri

Uma das ganhadoras do Prêmio de Residência SP-Arte 2017, a artista plástica Alice Shintani apresenta na mostra individual sua produção dos últimos quatro anos, que propõe uma abordagem menos especializada da tradição da pintura e história da arte para refletir sobre o estado das coisas no presente, tanto dentro quanto fora do circuito artístico. A reflexão realizada pela artista na exposição, de maneira mais ampla, é uma reflexão sobre as possibilidades da experiência estética: como ela se constrói, onde e como podemos acessá-la. Saiba mais.

Alice Shintani - Menas

Black and White
Artista: Robert Wilson
De 12/8 a 9/9
Galeria Luisa Strina

Robert Wilson é um dos raros artistas que transitam pelos meios artísticos sem se agarrar a um método de criação. Embora seja conhecido por criar peças teatrais altamente aclamadas, o trabalho do artista está firmemente enraizado nas artes visuais. Seus desenhos, pinturas e esculturas foram apresentados internacionalmente em centenas de exibições individuais e coletivas. Na mostra, Wilson mostra alguns retratos de vídeo e uma seleção de cerca de quarenta trabalhos em papel. Saiba mais.

Hamlet Machine

Fricção
Artista: Bernardo Ortiz
De 12/8 a 9/9
Galeria Luisa Strina

O artista colombiano apresenta sua segunda individual na galeria paulistana, "Fricção". Concentrando-se no desenho como recurso para reter o tempo, o artista abdica de imagens miméticas do mundo e ressalta os efeitos minúsculos das coisas e dos acontecimentos. Formas simples como linhas, pontos, alguns garranchos e colagens são registradas em livros do artista, cadernos de anotações, guardanapos de restaurantes, panfletos comerciais e outros suportes. Ortiz se interessa pelo percurso, pelo transitório, pelo desenho como caminho e pelo que envolve esse fazer. Dessa maneira, suas séries de desenhos estão sempre inacabadas, sempre à espera de marcas silenciosas do cotidiano. Saiba mais.

Bernardo Ortiz

Composições Relacionadas
Artista: Cássio Michalany
De 12/8 a 7/10
Galeria Raquel Arnaud

Em "Composições Relacionadas", Michalany apresenta 12 trabalhos inéditos especialmente planejados para a sala principal da galeria - onde volta a expor após "Pintura-objeto", realizada em 2014, onde o artista explorou a tridimensionalidade ao realizar suas pinturas em caixas. As pinturas da atual série variam no suporte – tela e madeira –, formatos e cor. São cinco telas grandes, seis conjuntos de pinturas sobre madeira (cinco múltiplos de 4, sendo um preto e branco e três coloridos e um múltiplo de 12 colorido), além de um conjunto de seis desenhos. Saiba mais.

Cássio Michalany, Sem titulo 2015 (Foto: Riã Duprat)

Objetos nômades
Artista: Sérvulo Esmeraldo
De 12/8 a 7/10
Galeria Raquel Arnaud

Escultor, gravador, pintor e desenhista, Sérvulo Esmeraldo iniciou-se profissionalmente no final da década de 1940, frequentando o ateliê livre da Sociedade Cearense de Artes Plásticas (SCAP), em Fortaleza. Nesta mostra, a galeria Raquel Arnaud presta homenagem ao cearense, morto no início do ano, com obras do artista selecionadas pela galeria, que o representa desde 2009. Saiba mais.

Sérvulo Esmeraldo, Sem título

Buying is fun, paying hurts
Artista: Martin Kippenberger
De 12/8 a 30/9
Galeria Bergamin & Gomide

Artista multifacetado e reconhecido por sua singularidade sarcástica, o alemão Martin Kippenberger é um dos nomes mais importantes da arte contemporânea internacional. São múltiplas as facetas deste que sempre se recusou a escolher um suporte ou um estilo específico - pintor, escultor, desenhista. Kippenberger também foi designer gráfico e criou centenas de posters e convites para suas exposições. Na mostra, o foco principal é a grande produção de cartazes e convites feitos pelo artista; ao todo 171 posters e 180 convites de exposição. Saiba mais.

1995 - Martin Kippenberger

Geologia Doméstica
Artista: Marcia Xavier
De 12/8 a 23/9
Casa Triângulo

A Casa Triângulo apresenta a sexta exposição individual da artista Marcia Xavier em seu espaço. Tendo como ponto central o álbum de casamento de seus pais, que sofreu um acidente com água, Marcia apresenta uma série de investigações sobre a origem, o tempo, as transformações e a evolução da vida. "Geologia Doméstica" conta com texto de apresentação assinado pelo escritor e artista Nuno Ramos, e se divide em três séries fotográficas, sendo uma delas uma grande instalação. Saiba mais.

Santa

Palavra de ordem
Artistas: Rubens Gerchman, Maria Bonomi, Emanuel Nassar e Marcelo Buainain
De 12/8 a 17/12
SESC Santana

O Sesc Santana recebe obras do Acervo Sesc de Arte Brasileira pelo projeto "Recortes do Acervo", programa que conta com trabalhos que representam a produção artística nacional das últimas décadas. Na mostra "Palavra de ordem", as obras dos quatro artistas selecionados para a exposição se apropriam da força da palavra falada e escrita, como vetores de exercício de poder macro e micro político. Saiba mais.

Foto: Everton Ballardin

O ciclo da intensidade
Artista: Charly Nijensohn
Curadoria: Priscila Arantes
De 12/8 a 4/11
Oficina Cultural Oswald de Andrade

O Paço das Artes apresenta a mostra "O ciclo da intensidade", de Charly Nijensohn - nome central da videoarte contemporânea -, na Oficina Cultural Oswald de Andrade, no Bom Retiro. Com curadoria de Priscila Arantes, diretora artística do Paço das Artes, em "O ciclo da intensidade" o artista cria sequências em que o homem é exposto às forças da natureza. A videoinstalação, composta por seis projeções sincronizadas, traz imagens que contrastam a resistência do corpo humano com as paisagens inóspitas das Salinas Grandes de Jujuy, na Argentina, onde as filmagens foram feitas no início de 2016. Saiba mais.

O ciclo da intensidade

Essas e muitas outras exposições você pode conferir quando quiser na agenda do InfoArtSP.