Notícias

Voltar

Exposição "Negro Indícios" recebe ciclo de performances para celebrar o Dia da Consciência Negra

Nos dias 18 e 19 de novembro de 2017, a mostra "Negros Indícios", em cartaz na CAIXA Cultural São Paulo, recebe um ciclo de performances com alguns dos artistas que integram a exposição. Não por acaso, as apresentações acontecem próximas ao dia 20 de novembro, data que no Brasil é celebrado o Dia Nacional da Consciência Negra. Também no dia 20, às 11h, acontece no espaço cultural o lançamento do Catálogo “(Re) Conhecendo a Amazônia Negra”, da fotógrafa Marcela Bonfim, com bate-papo sobre sua vivência e processo de produção fotográfica na região norte do país desde 2013. A entrada é gratuita todos os dias.

Rommulo Vieira Conceição, O espaço se torna lugar na medida em que eu me familiarizo com ele, 37’49’’, 2015-2017 (Foto: Claudio G. Becker)

No sábado, dia 18, a programação começa às 14h com o lançamento do catálogo da exposição "Negros Indícios", que será distribuído gratuitamente. Em seguida, a partir das 15h, acontecem três performances consecutivas: o artista Rommulo Vieira Conceição traz O espaço se torna lugar na medida em que eu me familiarizo com ele-2015-2017, com a participação dos músicos Cláudia Nascimento (flauta) e Marialbi Trisolio (violoncelo). Em seguida é a vez de Moisés Patrício apresentar Pregando a palavra. Já Ayrson Heráclito fecha a programação do dia com Fazendo e Falando Comida de Santo, performance na qual o consagrado artista baiano prepara, ao vivo, algumas receitas de comidas oferecidas aos deuses Afro Baianos. Segundo Heráclito, “O povo de santo, como são conhecidas as pessoas adeptas aos cultos dos Orixás, Voduns e Inquices, acredita que não só o corpo físico deve ser alimentado, mas também o corpo espiritual. Daí a máxima da expressão 'Santo também come!'”, explica o artista.

Já no domingo, dia 19, a partir das 14h, Tiago Sant’Ana apresenta Nas coxas #2 (Da série Manufatura e colonialidade), seguido por Priscila Rezende, que fecha a programação com a performance Laços.

Tiago Sant’Ana, Bejè Oró, 2013. Fotografia - díptico. (Divulgação)

Sobre a exposição
"Negros Indícios", em cartaz até 17 de dezembro na CAIXA Cultural São Paulo, reúne a produção contemporânea de 12 artistas afrodescendentes de diferentes regiões do país, que têm a performance artística como uma das principais ferramentas de atuação. Com curadoria do Professor de História e Teoria da Arte Roberto Conduru, a mostra busca lançar luz sobre artistas, temas e práticas que vêm ganhando mais ressonância no sistema de arte.

A mostra apresenta seleções de vídeos articulados por afinidades poéticas. A curadoria buscou explorar todas as modalidades de conjugação de performance, vídeo e fotografia: performances, registros de performance em vídeo e fotografia, fotoperformances, vídeoperformances e seus desdobramentos.

Ayrson Heráclito, Bori, Belo Horizonte, MG, 2009. (Foto: Marcelo Terça-Nada)

Serviço
Lançamento do catálogo da exposição "Negros Indícios"
Data e horário: Dia 18 de novembro, sábado, às 14h.
Local: CAIXA Cultural São Paulo | Praça da Sé, 111 – Centro, São Paulo (próxima à estação Sé do Metrô).
Gratuito.

Ciclo de Performances
Datas e horários: Dia 18 de novembro, sábado, a partir das 15h. Domingo, dia 19 de novembro, a partir das 14h.
Local: CAIXA Cultural São Paulo | Praça da Sé, 111 – Centro, São Paulo (próxima à estação Sé do Metrô).
Classificação indicativa: 14 anos
Entrada franca.
Visitação da exposição "Negros Indícios": Até 17 de dezembro de 2017, de terça a domingo, das 9h às 21hs.