Notícias

Voltar

Dicas de exposições durante a semana

Após um bom feriado para o descanso, a semana de exposições retoma com total energia em São Paulo! Algumas mostras entram em cartaz em galerias e museus, enquanto outras se despedem do público paulistano nos próximos dias. Fotografia, pintura, performance, mostras coletivas e individuais integram a seleção que o InfoArtSP fez para o leitor não perder nenhuma das principais exposições em cartaz na cidade.

Para quem está ou pretende visitar o Rio de Janeiro nos próximos dias, a semana por lá também promete ser agitada! Começa na quarta-feira (13) a 7ª edição da Feira Internacional de Arte do Rio de Janeiro, a ArtRio 2017. Pela primeira vez realizada na Marina da Gloria - com vista para a Baía de Guanabara e o Pão de Açúcar -, a feira traz durante toda a semana do evento uma programação paralela especial, que inclui debates, palestras, exibição de vídeos, programas curados voltados para o vídeo arte, a palavra enquanto ferramenta do processo de criação de arte, intervenções urbanas nos jardins do MAM-RJ e prêmio para jovens artistas. Imperdível!

Confira as mostras em destaque durante a semana:

Nova fotografia 2017: Álbum de Família
Artista: Lucas Rafael
A partir de 14/9
MIS-SP

A quarta exposição do programa "Nova Fotografia 2017: Álbum de Família", de Lucas Rafael, apresenta imagens do dia a dia da família Costa Freitas, composta por 11 membros. Desde 2015, o fotógrafo paulista retrata a simplicidade da rotina de uma zona rural localizada a 30 km de Pirassununga, no interior de São Paulo, buscando mostrar a vivência e os costumes de famílias que, em pleno em século XXI, vivem em situações extremamente precárias. Brasileiros afastados da urbanização e privados de recursos tecnológicos e públicos, em uma situação em que a maioria das pessoas não consegue nem sequer imaginar-se. Saiba mais.

Lucas Rafael - Álbum de Família

Paisagem entre aspas
Artista: Sandra Gamarra
A partir de 14/9
Galeria Leme

Apesar de usar a pintura como eixo central do seu trabalho, a obra da peruana Sandra Gamarra parece constantemente contradizer e subverter aquilo que é esperado deste suporte bidimensional que muitos consideram ultrapassado e esvaziado. Para a exposição “Paisagem entre Aspas” a artista revisita o gênero de paisagem, característico da pintura, através da apropriação de fotografias de paisagens Peruanas e Brasileiras publicadas na imprensa e de reproduções de obras de arte de diferentes períodos. Através da justaposição de diversas fontes imagéticas a artista não só subverte e re-significa um gênero que caiu numa profunda obsolescência, mas também questiona o papel histórico e sócio-político deste tipo de representação da natureza e do território. Saiba mais.

Sandra Gamarra

A beleza é metafísica na pintura de Lucia Glaz
Artista: Lucia Glaz
Curadoria: Pedro Mastrobuono
A partir de 14/9
Galeria Berenice Arvani

Primeira individual da artista Lucia Glaz, pintora há mais de uma década, faz sua estreia no circuito de arte paulistano ao lado de Pedro Mastrobuono, que também debuta como curador. A mostra é composta por 28 trabalhos que remetem ao silêncio. Através de uma plasticidade cromática, de cores profundas que sinalizam uma terceira dimensão, a artista busca um efeito apaziguador, de acomodação e repouso, que conduz o espectador à interiorização, e, por conseguinte, à reflexão. Saiba mais.

Lucia Glaz – Sem Titulo. Acrílica sobre tela, 2016, 80x80 cm

Still Life
Artista: Adriana Rocha
Curadoria: Lourdina Jean Rabieh
A partir de 16/9
Galeria Rabieh

Refletindo a intensidade da alta velocidade com que tudo é descartado e substituído, a artista plástica Adriana Rocha inaugura individual onde apresenta pinturas e objetos que tratam de memórias, silêncio e contemplação. Rocha buscou justamente um movimento contrário aos tempos contemporâneos, resultando na nova série Still Life, criando pinturas que podem ser vistas como reescrituras, onde as imagens se traduzem com colagens. A exposição é resultado da experiência vivenciada em uma comunidade da periferia de São Paulo, da passagem do tempo e desgaste de lugares onde o tempo parece ser eterno, paisagens imutáveis, utópicas em sua beleza e silêncio. Saiba mais.

Adriana Rocha - Série Still Life. Arquivos restos das casas, 17x17 cm.

A poética da imersão
Artista: Lawrence Malstaf
Até 18/9
Centro Cultural Banco do Brasil

Últimos dias para conferir o FILE SOLO, no Centro Cultural Banco do Brasil, no centro de São Paulo. A modalidade inédita do FILE Festival, que encerrou no início de setembro, tem como objetivo mostrar o conjunto de obras de um único artista, explorando a relação interdisciplinar entre tecnologia e criatividade. Para a primeira edição, a modalidade trouxe a individual do premiado artista belga, Lawrence Malstaf. Seu trabalho se dá na fronteira entre a arte visual e a performática e cria experiências sensoriais e instalações instigantes que desafiam públicos de todas as idades. Saiba mais.

Lawrence Malstaf, Mirror, 2002 © Lawrence Malstaf & Tallieu Art Office.

O verdadeiro glamour britânico
Artista: Norman Parkinson
Curadoria: Mario Cohen
Até 15/9
Galeria Mario Cohen

A primeira individual de Norman Parkinson na América do Sul reúne 29 obras do grande fotógrafo inglês que influenciou a fotografia de moda a partir dos anos 30. Parkinson iniciou sua carreira na fotografia em 1935 e foi responsável por famosos editoriais de moda das revistas Harper’s Bazaar, Vogue e Queen Magazine. Entre a seleção de imagens estão registros da passagem de Parkinson pelo Brasil. Na ocasião, ele fotografou um editorial de moda na capital carioca, que rendeu 17 páginas na edição intitulada “Playing it Cool in Rio”, da revista Queen. Saiba mais.

Norman Parkinson- Young Velvets, Young Prices, Hat Fashions, 1949.

Wanda Pimentel: Envolvimentos
Artista: Wanda Pimentel
Curadoria: Adriano Pedrosa e Camila Bechelany
Até 17/9
MASP

A mostra concentra-se na série Envolvimento, produção icônica de Wanda Pimentel. O foco da exposição, que exibe cerca de 30 pinturas vindas de coleções institucionais e privadas, é nos anos 1967-69, seu período mais prolífico. As obras, cujas cenas são de cores chapadas e vibrantes, retratam fragmentos do corpo feminino em meio a objetos do cotidiano, como eletrodomésticos, móveis e utensílios. Ao converter os objetos em signos gráficos, Pimentel dialoga sobre a desatenção mecânica do indivíduo em relação a esses objetos, uma vez que, ao naturalizar a presença das coisas em seu entorno, perde sua própria referência humana, se tornando também objeto. Essa relação revela, no trabalho da artista, uma crítica à sociedade de consumo e ao período de intensa repressão sexual e de ideias no contexto da ditadura militar no país. Saiba mais.

Wanda Pimentel, série Envolvimento

Metrópole: Experiência paulistana
Artista: Vários
Curadoria: Tadeu Chiarelli
Até 18/9
Estação Pinacoteca

A mostra apresenta cerca de 80 obras, entre instalações, pinturas, fotografias, vídeos e obras em outros meios - trabalhos contemporâneos em sua maioria -, resultantes da experiência de 33 artistas que residem ou residiram na capital paulista. Embora com maior concentração de obras nas salas do segundo andar, eles ocupam todo o edifício da Pina Estação, usado nesta mostra como metáfora da cidade de São Paulo. Alguns dos artistas com obras expostas são Sidney Amaral, Victor Brecheret, Leda Catunda, Flávio Cerqueira, Lia Chaia, Carmela Gross, Evandro Carlos Jardim, Jaime Lauriano, Nazareth Pacheco, Florian Raiss, Gustavo Von Ha, Chico Zelesnikar, entre outros artistas paulistanos, que vivem ou viveram na cidade e que colocam em pauta a “experiência paulistana”. Saiba mais.

Flávio Cerqueira (Foto: Romulo Fialdini)

Prêmio Brasil Fotografia 2017
Artista: Vários
Curadoria: Cildo Oliveira
Até 8/10
Espaço Cultural Porto Seguro

A edição 2017 do "Prêmio Brasil Fotografia" homenageia a fotógrafa Nair Benedicto, com exibição de seu ensaio “Índios Molhados”. Originalmente, são fotos feitas por ocasião do primeiro encontro indigenista, em Altamira, Pará, em 1989. Em 2013, o acervo de Nair sofreu uma inundação, e parte desse material ficou comprometido. Em vez de se desfazer dos originais, a fotógrafa, consciente da importância deste evento para a causa indígena, trabalhou slide a slide. O efeito da umidade sobre a emulsão fotográfica confere um efeito ainda mais dramático à questão dos povos indígenas no país. Ao lado de Nair, outros 9 artistas premiados expõem suas obras, entre trabalhos impressos e instalações multimeios, em um recorte importante da atual produção em fotografia no país. Saiba mais.

Nair Benedicto, Série Índios Molhados

Essas e outras exposições em cartaz na capital paulista você confere na agenda do InfoArtSP. Perdeu as dicas de exposições na semana passada? Clique aqui e programe-se!