Notícias

Voltar

16ª Feira Tijuana de Arte Impressa


Feira Tijuana de Arte Impressa 2016 – Casa do Povo

A história da Feira Tijuana começa em agosto de 2009, quando o Tijuana e o CNEAI (França) realizaram juntos em São Paulo a feira Salon Light // Flores e Livros. No Brasil não havia outra feira especializada em livros de artistas e para a ocasião foram reunidas cerca de 16 editoras e artistas que se auto-publicavam. Após essa experiencia, em 2010 surge a Feira Tijuana de Arte Impressa que aconteceu na Galeria Vermelho até 2012. No ano seguinte mudou-se para a Casa do Povo, onde atualmente ocupa três andares. 
Depois de 15 edições da Feira Tijuana, em São Paulo, Rio de Janeiro, Buenos Aires e Lima, a 16ª edição acontecerá nos dias 5 e 6 de agosto, em sua sede oficial em São Paulo, a Casa do Povo.
O objetivo da Feira Tijuana é reunir artistas, produtores e editoras que publicam livros de artista e gerar um intercâmbio de conhecimento e divulgar essa produção ao público.

Expositores 16ª Edição:
[E] Elástico (São Paulo)
55SP Projetos (São Paulo)
A Bolha Editora (Rio de Janeiro)
Andante edições (Belo Horizonte)
Anexo (São Paulo)
Arquivo 17 (Campinas)
Banca Fantasma (São Paulo)
barraca (São Paulo)
Bendita gambiarra (Rio de Janeiro)
Big Sur BOOKS (Buenos Aires)
Brutas (Curitiba)
Cabuloza Wild Life (Rio de Janeiro)
Cactus Edições (Porto Alegre)
Caixa Editora (São Paulo)
Camila Valones (São Paulo)
CARAVAN (Berlin/Londres/Paris/São Paulo)
carolina veiga (Rio de Janeiro)
Carolina Wan (São Paulo)
Casa Tomada (São Paulo)
céu da boca (Florianópolis)
Cinza (São Paulo)
Claudia Zimmer (São José)
coletivo oitentaedois (São Paulo)
COMIDA IMPRESSA (São Paulo)
Conspire Edições (São Paulo)
Contracouchê (Campinas/São Paulo)
Daniela Avelar (São Paulo)
DEMÔNIO NEGRO (São Paulo)
Desapê (São Paulo)
Desdobraduras (Itajaí)
DOT (Rio de Janeiro)
Dulcinéia Catadora (São Paulo)
Ediciones Popolet (Amsterdam/Nova
Iorque/Santiago do Chile)
Edições à Deriva (São Paulo)
Edições Aurora (São Paulo)
Edições Extemporâneas (São Paulo)
Editora Criatura (Rio de Janeiro)
Editora e Livraria Madalena (São Paulo)
editora mentirinha (Rio de Janeiro)
Fada inflada (Rio de Janeiro)
flamboiã (Florianópolis)
Fort Magazine/Fort Gallery (São Paulo)
Fotô Editorial (São Paulo)
G>E (São Paulo)
Ganga (São Paulo)
graficafabrica (São Paulo)
IKREK (São Paulo)
Imprenta Rescate (Buenos Aires)
Instantes Gráficos (Buenos Aires)
Inutensílios poéticos (Rio de Janeiro)
Jornal de Borda (Campinas)
Kamikaze Publicações (São Paulo)
Kátia Fiera (São Paulo)
lila botter (São Paulo)
Lote 42 (São Paulo)
Luna Parque Edições (São Paulo)
Mado Reznik (Buenos Aires)
Margem (São Paulo)
Mayra Flamínio (Florianópolis)
Membrana (São Paulo)
microutopias (Montevideu)
mini editora (São Paulo)
n-1 edições (São Paulo)
Nada Pouco Quase Muito (Porto Alegre)
nano editora (Rio de Janeiro)
Naranja Librería & Editorial (Santiago do Chile)
Noiz É Book (São Paulo)
Nomuque Edições (São Paulo)
norte (São Paulo)
Oficina do Prelo (Rio de Janeiro)
par(ent)esis (Florianópolis)
Phármakon (São Paulo)
PhD Galeria (São Paulo)
Pipoca Press (Rio de Janeiro)
Polvilho Edições (Belo Horizonte)
quaseditora (Rio de Janeiro/São Francisco Xavier)
REVISTACOMANDO (São Paulo)
Revistaria da Casa do Povo (São Paulo)
Risotrip Print Shop Co. (Rio de Janeiro)
RISOTROPICAL (São Paulo)
rrrrrrrrrrr (São Paulo)
Sebo Encanto Radical (São Paulo)
sobrelivros (São Paulo)
Socios Fundadores (Buenos Aires)
TEAR/encadernação (Guarulhos)
Tenda de Livros (Campinas)
Tipografia do Zé (Belo Horizonte)
treme~terra (São Paulo)
Tríade Impressões (Campinas/Porto
Alegre/São Paulo)
TRUQUE (Rio de Janeiro/São Paulo)
vibrant (São Paulo)
Xiloceasa (São Paulo)
zerocentos publicações / ocupeacidade (São Paulo) 


Feira Tijuana de Arte Impressa 2016 – Casa do Povo

Programação:
Sala de Conversas
Sábado 5/08 - 16h:
Labirinto Verde - Lançamento da Contravento 7.2 – A epopeia da encarnação.
O grupo contravento convida o arqueólogo Eduardo Góes Neves para o debate de lançamento da Contravento 7.2. As recentes descobertas arqueológicas na Amazônia lançam questões que desmontam velhas concepções sobre cultura e civilização, território e cidade, projetando indagações sobre o destino de nosso continente. A publicação é o segundo fascículo da série A maravilhosa história da América Latina, que além da entrevista com Góes Neves, traz montagens e textos do grupo, poema Yanomami e fotos de Marcel Gautherot, tematizando a ocupação da Amazônia desde a chegada dos europeus até nossos dias. 

Domingo 6/8 – 16h:
KONANTÜ – Iván Navarro e Courtney Smith
Como um casal e colaboradores, Courtney Smith e Iván Navarro  iniciaram um projeto coletivo em 2015 chamado KONANTÜ. 
Composto por uma série contínua de obras realizadas participativamente. A dupla realiza suas ações baseada em ‘cenários’ vistos como um campo de fechado definido por objetos construídos em uma escala de um para um com o corpo humano, como um aparelho para interação social induzida. Dentro da arena, os trabalhos são experimentados como exercícios guiados na coletivização; Visto de cima, eles são diagramas de mudança ao vivo enquanto os participantes se movimentam dentro e fora das estações atribuídas, reunidos em pares ou grupos em padrões alternados.  Através destas peças escultóricas participativas, Navarro e Smith desafiam o propósito tradicional da arte baseada em objetos propondo uma consumação dos objetos dentro do trabalho que exclui a mercantilização, empregando o trabalho escultural apenas como um veículo para a experiência coletiva que prescreve. As obras fornecem um quadro material para o intercâmbio social improvisado, defendendo um espaço para a solidariedade humana e a comunhão.
Na palestra, a dupla comentara sobre inicio da colaboração até os dias de hoje, passando pelos projetos mais pertinentes realizados e como foi formatada a construção/design do livro lançamento e também como seus trabalhos individuais permeiam as obras produzidas para KONANTÜ

Para o encerramento da feira, no domingo às 18h30 haverá uma apresentação da Dança dos Tambores, organizada pela Associação Brasileira dos Coreanos na Revistaria da Casa do Povo (2º andar da Casa do Povo).

La Comedora
Uma comedoria experimental que acontece durante a 16ª Feira Tijuana, na Casa do Povo, reunindo uma série de “public-ações” comestíveis realizadas por
artistas/cozinheiros que pensam o que e como comemos através de suas práticas artística, um elemento presente em toda a Casa:

Creative Commes, é um coletivo de gastronomia, idealizado por Raquel Blaque, que tem como práticas a comida de rua, freeganismo, cozinha experimental, tecnoxamanica, ancestral e aberta. Referência em gastronomia hacker, reflete a alimentação como happening e tecnologia de compartilhamento. SOL DE NOITE é um Laboratório Itinerante de Cozinha Criativa criado por Ingrid Cuestas em 2011, e que completa mais de 5 anos percorrendo a América do Sul sob o lema : El Sur Es Nuestro Norte. Juntas elas vão explorar questões de descarte e aproveitamento dos alimentos com deliciosos quitutes.

Comida Impressa surgiu em Setembro de 2016 a partir de um convite da Casa do Povo para que a artista Kadija de Paula ativasse a Metacozinha durante a 11ª Feira Tijuana. Naquela ocasião, a artista criou uma publicação de mesa para que as palavras não ficassem só da boca pra fora. Este ano, ela propõe La Comedora que inclui a mesa da Comida Impressa reunindo posters, flyers, pãofletos, manifestos, receitas, e outras comidas impressas por artistas.

Comida de Papel pesquisa as PANCs e plantas mágicas, fazendo conservas, fermentados, elixires e emplastros. É professora, encantadora e pilota fogões de mirantes e lanchonetes em São Paulo. Cozinha Nomade de Daniela Serruya Kohn é dispositivo criado pela artista para se deslocar, pesquisar e construir um trabalho em diálogo com a microbiologia, a filosofia, com as medicinas e o cuidado com os seres. Juntas elas vão servir plantas alimentícias não convencionais, comidas mágicas, conservas e fermentados. 

Sheila Teme Humidade foi criada pelo artista Chico Togni que constrói estruturas e objetos com materiais descartados criando “eventos” e experiências sociais. Junto com Rodrigo Pasarello, chef e estudante de artes visuais que é mais conhecido como Picanha, eles servirão CHORIPAN e outras delícias chamuscadas e callejeras. 

Serviço:
16ª Feira Tijuana
5 a 6 de agosto de 2017
Sábado e domingo, das 12h às 19h
Rua Três Rios 252 – Bom Retiro - Entrada gratuita
Realização: Casa do Povo, Tijuana e Galeria Vermelho