Guia Cultural

Os principais locais de exposições das artes visuais na cidade de São Paulo / SP

Voltar

IGR - Instituto Gustavo Rosa

Endereço: Rua Veneza, 920 - Jardim Paulista Ver mapa

Dias e horários de funcionamento: De segunda a sexta, das 8h às 18h

Site Oficial: www.gustavorosa.com.br Ver site

Telefone: (11) 3887-8249; (11) 3051-5784

É inaugurado no dia 28 de junho de 2016, em São Paulo, o IGR - Instituto Gustavo Rosa, que pretende pesquisar, resgatar, preservar, catalogar e divulgar a obra de Gustavo Rosa (1946-2013). Trata-se de um sonho almejado pelo artista, um importante desenhista, pintor, gravador, designer e escultor paulistano de reconhecimento internacional. 

Com base no conceito ‘Pintando um mundo melhor’, o Instituto vai trabalhar a arte de Rosa como fonte de inspiração, especialmente para crianças e adolescentes com pouco acesso à cultura. Nesse sentido, o estilo lúdico e colorido do artista cai como uma luva no gosto deste público, no qual reside, como Rosa pensava, o potencial materializador de um mundo melhor com alegria, beleza e arte.

A realização desta iniciativa é uma forma de promover a educação e a cidadania por meio da arte, de disponibilizar a obra para a sociedade e de conservar o patrimônio histórico e artístico brasileiro.

Como metodologia, o IGR tem a ambição de poder agregar o melhor da inteligência advinda de áreas profissionais diversificadas e criar grupos multidisciplinares de estudos, capazes de propor às esferas públicas e privadas ações e programas que se tornem caminhos educativos – e de reeducação –, podendo, assim, construir pontes para se ter, no futuro, homens e mulheres que exerçam sua cidadania na plenitude.

Para garantir o financiamento da instituição, estão previstos projetos de incentivo cultural nos pilares artístico e social, e ações em busca de parceiros e apoiadores. Entre elas, identificar possíveis patrocinadores para as diversas atividades planejadas pelo IGR, como oficinas e palestras, e angariar associados para o Clube dos Amigos do Gustavo, um dos projetos que se encontra em fase de consolidação. Além disso, o próprio espaço dispõe de área para exposições, eventos e uma loja com parte do acervo de gravuras, posters e reproduções em lona de caminhão recicladas assinadas por Rosa, além de produtos desenvolvidos a partir do legado do artista, como livros, objetos de casa e papelaria.

Também está sendo criada uma marca própria do IGR, em parceria com a empresária Roberta Gabriel, com vistas ao desenvolvimento de novos produtos que, como os atuais, terão parte de sua renda revertida para o financiamento das ações do Instituto. São comercializadas, ainda, obras em O.S.T. de colecionadores interessados em vende-las, os quais deixam um percentual para o IGR. O herdeiro, além de não comercializar o próprio acervo, tem incrementado a coleção com a compra de obras desde que assumiu o legado do irmão.

Cinco mil obras
O Instituto é parte fundamental do Projeto Gustavo Rosa, concebido em janeiro de 2014 com o propósito de desvendar a obra de seu inspirador, em especial a produção dos anos 60, 70, 80 e início dos 90, que permanece desconhecida de grande parte do público e da crítica.

Por meio de pesquisa e mapeamento junto a milhares de colecionadores no Brasil e no exterior, o projeto pretende identificar as mais de cinco mil obras do artista, organizar informações sobre cada uma delas, registrá-las fotograficamente e certificá-las. Nesse sentido, o colecionador que levar sua obra para catalogação receberá um certificado de autenticidade confeccionado em papel filigranado com mais de oito itens de segurança, além de codificados, numerados tipograficamente, estampados com selo holográfico void e chancela do IGR.

Juntas, todas essas medidas pavimentam um passo futuro: o Catálogo Raisonné (listagem de todos os trabalhos artísticos com informações sobre o período de realização e dados técnicos) de Gustavo Rosa.

(Divulgação)