AGENDA CULTURAL

Voltar

Vida de Cão

Artistas: Elliott Erwitt

Curadoria: João Kulcsár

De 4/7 a 24/9

Centro Cultural Fiesp Ver mapa

Endereço: Avenida Paulista, 1313 - Cerqueira César

Telefone: (11) 3146-7405

São Paulo, junho de 2017 – O lendário fotógrafo documental franco-estadunidense Elliott Erwitt, prestes a completar 89 anos, é conhecido por sua irreverência e ironia na hora de apontar uma câmera. Mais do que fotos de celebridades e registros do dia a dia das cidades por onde passou, foram seus registros como agudo observador do mundo canino que o destacaram no cenário internacional. O resultado dessa fascinação poderá ser visto na exposição Vida de Cão, que estreia na Galeria de Fotos do Centro Cultural Fiesp, no dia 4 de julho. O espaço fica aberto à visitação diariamente, das 10h às 20h, com entrada gratuita, até 24 de setembro.

A fim de propor reflexões bem-humoradas e espirituosas sobre a relação entre os cães e os seres humanos, a seleção do curador João Kulcsár reúne 50 fotografias, elencadas originalmente no livro DogDogs (1989), do próprio Erwitt. “Ele consegue mostrar como nosso relacionamento com o melhor amigo do homem tem raízes na semelhança mútua e na emoção, sem deixar de lado o senso estético e crítico”, comenta Kulcsár, que se encontrou pessoalmente com o homenageado, antes de montar a mostra inédita.

Durante o encontro em Nova York, realizado em junho deste ano, o próprio Erwitt gravou um vídeo inédito, comentando um pouco sobre sua carreira, principais trabalhos e sua relação com o Brasil, para ser exibido exclusivamente na exposição. 


Nova York, EUA, 1974 - Elliott Erwitt / Magnum Photos.

Em tempos de Photoshop e redes sociais como o Instagram, as imagens em preto e branco clicadas em vários países – incluindo Brasil, Inglaterra, França e Irlanda –, entre os anos de 1946 e 2004, prometem encantar amantes dos caninos, não apenas pela temática, mas pela comicidade escondida em cada foto, bem ao estilo de seu criador.

Segundo o curador, “ele usava o preto e branco como linguagem para expressar seu raro talento: provocar o riso sobre tudo, até sobre si mesmo”. Outra de suas marcas registradas é o uso da ilusão para “criar composições que parecem surreais ou improváveis à primeira vista”, completa.

Desde seus primeiros trabalhos fotografando cães em 1946, Elliott Erwitt continua a surpreender com seus jogos de ilusão, composições carregadas de ironia e que trazem à tona cenas do cotidiano pautadas no aspecto cômico da condição humana.

A exposição Vida de Cão é a terceira, de quatro exposições do SESI-SP em parceria com a Magnum Photosem 2017, para comemorar o aniversário de 70 anos da agência. 


Nova York, EUA, 2000- Elliott Erwitt / Magnum Photos.

Sobre Elliott Erwitt
Membro da maior agência de fotojornalismo do mundo, a Magnum Photos, Elliott Erwitt nasceu em Paris, em 26 de julho 1928. Filho de russos, cresceu na Itália, e mudou-se para os EUA com 11 anos, sem falar uma palavra de inglês.

Com 14 anos adquiriu sua primeira câmera, mas foi apenas nos anos 1950 que se tornou fotógrafo profissional, atuando tanto em publicações jornalísticas diversas, quanto como fotógrafo de peças comerciais.

Em 1951, foi recrutado pelo serviço militar e assumiu vários deveres fotográficos enquanto servia em diferentes postos na Alemanha e na França. Anos depois, enquanto estava em Nova York, Erwitt conheceu o fotógrafo húngaro Robert Capa, que o convidaria a se juntar à Magnum Photos em 1953. Chegou a presidir a agência no final da década de 1960, mas a partir da década de 1970 voltou-se para o cinema, produzindo vários documentários e filmes.

A fama e o reconhecimento por seu trabalho vieram graças aos registros em preto e branco tirados de forma irônica que preenchiam as situações mais simples do cotidiano com leveza e bom humor. Ainda hoje, “o que mais lhe atrai na hora de registrar uma cena é a espontaneidade”, diz Kulcsár.

Sobre a Galeria de Fotos
Inaugurada em janeiro de 2017, a Galeria de Fotos do Centro Cultural Fiesp é gerenciada pelo SESI-SP, com uma programação voltada para a difusão da produção fotográfica como expressão artística e cultural. Em quatro exposições anuais, o espaço dá oportunidade a novos artistas e reverencia o trabalho de profissionais já consagrados.

Serviço:
Exposição Vida de Cão
Período: 4 de julho a 24 de setembro de 2017
Local: Galeria de Fotos do Centro Cultural Fiesp 
Classificação indicativa: Livre
Fotógrafo: Elliott Erwitt
Curadoria: João Kulcsár
Grátis.