AGENDA DAS ARTES

Voltar

Tunga: o corpo em obras

Artistas: Tunga

Curadoria: Isabella Rjeille e Tomás Toledo

De 15/12 a 11/3

MASP - Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand Ver mapa

Endereço: Avenida Paulista, 1578

Telefone: 11 3251-5644

MASP exibe, entre 15 de dezembro e 11 de março de 2018, a exposição "Tunga: o corpo em obras", com cerca de oitenta obras do artista pernambucano, incluindo instalações, objetos e desenhos. A mostra, apesar de apresentar trabalhos de diferentes períodos de sua carreira - desde os anos 1970 até sua morte, em junho de 2016 -, não se trata de uma retrospectiva, mas sim de uma exposição monográfica cujo recorte curatorial tem como foco a maneira como o artista trabalhou os temas da sexualidade e do erotismo ao longo de sua produção. Com curadoria de Isabella Rjeille e Tomás Toledo, "Tunga: o corpo em obras" encerra o programa dedicado à sexualidade ao longo de 2017 no museu, e que contou com exposições individuais das artistas Teresinha Soares, Wanda Pimentel, Tracey Moffatt, Guerrilla Girls e dos artistas Miguel Rio Branco e Toulouse-Lautrec, além da mostra coletiva, "Histórias da sexualidade", seminários e oficinas em torno do assunto.

Tunga, Vê-nus, 1976. Borracha, corrente de ferro e energia elétrica, 150 x 250 x 190 cm. Acervo Tunga, Rio de Janeiro. Foto: Doug Baz.

O corpo e questões relacionadas à sexualidade sempre atravessam a obra do artista, desde o início de sua carreira. Neste recorte curatorial, a sexualidade é compreendida como forma de estabelecer e desenvolver relações, vínculos, transformações e criações entre corpos, seres, matérias e linguagens. As obras que integram a exposição compreendem os mais distintos materiais usados por Tunga, como bronze, cobre, latão, madeira, papel, borracha e maquiagem; bem como fazem referência a diversas áreas do conhecimento, como literatura, filosofia, psicanálise, química, biologia e alquimia.

Organizada de forma não-cronológica, a exposição conta com alguns dos trabalhos mais emblemáticos do artista, como Vê-nus (1976), Tacape (décadas de 1980 e 1990), a série Eixos exógenos (1986-2000), um conjunto de Tranças (décadas de 1980 e 1990), a série Morfológicas (2014), além de diversos desenhos, muitos deles nunca expostos.

Por ocasião da mostra, o MASP publica um catálogo disponível em português e inglês com imagens das obras expostas, textos dos curadores e ensaios inéditos de Marta Martins e Catherine Lampert, além da republicação de textos históricos sobre a obra de Tunga, de Ronaldo Brito e Suely Rolnik.

Tunga, Les bijoux de Madame de Sade, 1983. Resina epoxi, dimensões variáveis. Acervo Tunga, Rio de Janeiro. Foto: Jorge Bastos.

Serviço
Exposição: "Tunga: o corpo em obras", de Tunga com curadoria de Isabella Rjeille e Tomás Toledo.
Datas e horários: Entre 15 de dezembro de 2017 e 11 de março de 2018. De terça a domingo, das 10h às 18h (bilheteria aberta até as 17h30); quinta-feira: das 10h às 20h (bilheteria até 19h30).
Local: MASP | Avenida Paulista, 1578 - São Paulo.
Ingressos: R$30,00 (entrada); R$15,00 (meia-entrada). O MASP tem entrada gratuita às terças-feiras, durante o dia todo. AMIGO MASP tem acesso ilimitado e sem filas todos os dias em que o museu está aberto. O ingresso dá direito a visitar todas as exposições em cartaz no dia da visita. Estudantes, professores e maiores de 60 anos pagam R$15,00 (meia-entrada). Menores de 10 anos de idade não pagam ingresso.O MASP aceita todos os cartões de crédito.