AGENDA CULTURAL

Voltar

Silêncio

Artistas: Felipe Julián

Curadoria: -

De 14/2 a 3/4

SESC Pinheiros Ver mapa

Endereço: Rua Paes Leme, 195 - Pinheiros

Telefone: (11) 3095-9400

De 14 de fevereiro a 3 de abril, o Sesc Pinheiros recebe, no contexto do projeto Portfólio de Artista, a instalação audiovisual "Silêncio", fruto da interpretação do compositor, arranjador, DJ e produtor musical Felipe Julián sobre uma das características que fundamentam a obra do escritor João Guimarães Rosa (1908-1967): sua escuta.

Felipe Julián, Instalação Audiovisual e Literária Silêncio (Divulgação)

A criação combina tecnologia digital com cenografia para oferecer ao visitante uma reprodução poética do universo de Chefe Zequiel, personagem do conto Buriti que, ao pressentir a chegada da morte, vive num estado de vigília permanente, oscilando entre a audição aguçada e a alucinação filosófica. O texto integra o livro Corpo de Baile, que em 2016 completa 60 anos de publicação.

Localizada no Espaço de Tecnologias e Artes (3º andar) do Sesc Pinheiros, a instalação apresenta dez árvores cênicas, cujos galhos retorcidos sustentam cem pequenos alto-falantes emissores de sons da mata do sítio do Buriti Bom, descritos pelo Chefe Zequiel no decorrer do conto.

Detalhes da instalação (Divulgação)

Para conceber "Silêncio", Felipe Julián gravou e analisou diversos sons da natureza; percebendo-os “poluídos” por ruídos externos, decidiu decifrar sua periodicidade rítmica e recriá-los em sintetizadores. Depois, somou à pesquisa literária e sonora o diálogo com a teoria musical de John Cage (1912-1992), autor da famosa peça 4’33’’ – uma partitura composta nos anos 1950 que propunha que seu intérprete não executasse nenhuma nota ao longo de quatro minutos e trinta e três segundos; após pisar no palco e receber os aplausos, deveria apenas permanecer em posição de execução.

A aproximação dos universos de Rosa e Cage advém do fato de que, em ambas obras, o silêncio é subjetivo: mesmo sem uma única nota tocada, a sala de concerto acaba preenchida pelos sons do público inquieto face à possibilidade de se confrontar com a ausência da música, assim como, mesmo imóvel e apreensivo, o personagem de Rosa perscruta o vazio sonoro e “chama os segredos todos da noite para dentro de seus ouvidos”.

Detalhe da instalação que permanece em cartaz até abril no SESC Pinheiros (Divulgação)

Sobre o autor
Felipe Julián é compositor, arranjador, professor, produtor musical, DJ e membro do grupo Projeto Axial. Desenvolve trabalhos multidisciplinares nas áreas de artes visuais e música. Realiza trilhas sonoras para teatro, dança e cinema, muitas delas executadas ao vivo, durante a exibição ou performance.

Sobre o projeto Portfólio de Artista
Série de encontros em que, a cada ciclo, um artista com relevante produção voltada às artes e tecnologias conversa, demonstra e expõe seus processos criativos.

Programação relacionada à instalação "Silêncio"
Curso “Encontros Possíveis: Compartilhamento de Portfólio” - Felipe Julián, Lina Lopes, Julio de Paula, Cynthia Domênico e Fernando Timba discutem temas acerca da instalação Silêncio. De 16 a 25/2. Terças e quintas, 19h30. Inscrições no Espaço de Tecnologias e Artes.

Intervenção “Soundscape: Rotas do Tempo e Rotas do Mundo” - A atividade oferece um panorama da pesquisa do artista e radialista Julio de Paula acerca dos sons do mundo e da literatura. Simultaneamente, Felipe Julián apresenta projetos de difusão sonora e instalações digitais que trabalham o soundscape a partir da literatura. De 17 a 26/2. Quartas e sextas, 19h30. Inscrições no Espaço de Tecnologias e Artes.

Detalhe da instalação (Divulgação)

serviço
Exposição: "Silêncio", instalação audiovisual e literária de Felipe Julián.
Datas e horários: De 14 de fevereiro a 3 de abril de 2016. De terça a sexta, das 12h às 21h30; sábados e domingos, das 10h30 às 18h30.
Local: SESC Pinheiros | Rua Paes Leme, 195 - Pinheiros.
Entrada gratuita.