AGENDA DAS ARTES

Voltar

lado a lado – Objetos Ativos de Willys de Castro

Artistas: Willys de Castro

Curadoria: Gabriel-Perez Barreiro

De 30/3 a 9/7

IAC - Instituto de Arte Contemporânea Ver mapa

Endereço: Rua Alvaro Alvim, 90 - Vila Mariana

Telefone: (11) 3255-2009

Para comemorar os 90 anos de nascimento de Willys de Castro (Uberlândia MG 1926 - São Paulo SP 1988), o IAC (Instituto de Arte Contemporânea), responsável pelo arquivo documental do artista, convidou Gabriel-Perez Barreiro, curador da 6º Bienal do Mercosul, para realizar a exposição "lado a lado – Objetos Ativos de Willys de Castro", que fica em cartaz no instituto entre os dias 30 de março e 9 de julho de 2016. Com “lado a lado” (nome de um poema inédito de Willys), pela primeira vez apresenta-se uma antologia dos consagrados Objetos Ativos (1959-1962), em montagem especial para expandir e enfatizar a relação singular da obra com o espaço expositivo e o olhar do espectador.

Willys de Castro, Objeto ativo, 1961 - óleo sobre tela, colada sobre madeira (Coleção IAC/Divulgação)

De forma inédita também, “lado a lado” reúne um número significativo de Objetos Ativos – cerca de 13 – já que o artista produziu algo em torno de 30 durante a sua vida, os quais foram exibidos esparsamente. O espaço museográfico especialmente projetado possibilita um encontro íntimo e intenso com cada peça e reforça a experiência especial proporcionada por essas pequenas obras.

Segundo o curador, os Objetos Ativos representam um momento de síntese e concentração particular dentro da produção artística brasileira do século XX. “Em um contexto de discussão sobre o limite da obra de arte e suas possibilidades formais (Manifesto Neoconcreto e Teoria do Não-Objeto), os Objetos Ativos apresentam uma solução de extrema elegância e perfeição às questões fundamentais da percepção no espaço-tempo de uma obra de arte e do diálogo específico, por ela estabelecido, com o espaço físico e perceptivo”, destaca.

Willys de Castro, Objeto ativo, 1960-1961 - óleo sobre tela, colada sobre madeira (Coleção IAC/Divulgação)

Ao lado dos Objetos Ativos, será apresentada uma seleção de textos e poemas de Willys de Castro (em sua maioria inéditos), que pertencem à coleção do IAC. “Este material amplia a discussão em torno das questões relacionadas à percepção óptica da arte e seus efeitos internos”, afirma Perez-Barreiro.

Willys de Castro, Objeto ativo, 1961 - óleo sobre tela, colada sobre madeira (Coleção IAC/Divulgação)

serviço
Exposição: "Lado a lado – Objetos Ativos de Willys de Castro", com curadoria de Gabriel-Perez Barreiro.
Datas e horários: Abertura dia 30 de março, às 19h. Em cartaz até 9 de julho de 2016. De segunda a sexta, das 10h às 18h; sábado, das 10h às 16h.
Local: IAC – Instituto de Arte Contemporânea | R. Dr. Álvaro Alvim, 90 - Vila Mariana.
Entrada gratuita.