AGENDA DAS ARTES

Voltar

Enquanto isso

Artistas: Fernando Vilela

Curadoria: -

De 28/11 a 24/2

Biblioteca Mário de Andrade Ver mapa

Endereço: Rua da Consolação, 94 - Centro

Telefone: (11) 3775-0002

A Biblioteca Mário de Andrade recebe, entre os dias 28 de novembro e 24 de fevereiro de 2019, a exposição "Enquanto isso", do artista Fernando Vilela. Realizada pela Galeria Marcelo Guarnieri, a mostra exibe obras em diferentes suportes, do desenho à instalação. A abertura acontece na noite do dia 27 de novembro, terça-feira, às 19h. A entrada é livre e gratuita.

Fernando Vilela, Enquanto isso, 2018. Carvão, nanquim e óleo. Foto: Divulgação.

A seguir, você confere o texto de Rodrigo Villela, curador e gestor cultural, sobre as obras:

Os desenhos e pinturas de Fernando Vilela apresentam narrativas que se acumulam, se sobrepõem e gritam. Permeados de acontecimentos e memórias, os fragmentos embaralhados de histórias cotidianas, atravessados pela violência, trazem a síntese de um pensamento gráfico, no qual a cidade, o convívio, a agressividade e a crueza da vida se dão em desenhos (à carvão, nanquim e óleo – Enquanto isso), em instalação (Coleção 1968-1973) e em objetos (Arsenal).

Com densidade, antagonismos e complementos explícitos – como guerra e paz, silêncio e explosão – esses trabalhos dão forma a complexos mundos internos, do prosaico ao sublime. As perguntas de Vilela se movem em direções variadas, repletas de indignação. A assertividade livre no uso das linguagens faz com que cada assunto se desdobre para além dos suportes utilizados.

O imaginário do artista, forjado na belicosidade da ditadura, encontra ecos no mundo do pré-guerra com as touradas de Lorca ou as urgentes questões do mundo contemporâneo – dos conflitos, passando por Alepo, Síria ou Turquia – no entanto, nenhum desses fatores históricos contextualizam seu trabalho. Eles representam, na verdade, um chamamento de fúria e de desejo – de atenção e de movimento em direção ao desconhecido.

Fernando Vilela, Arsenal, 2017. Madeira e tinta gráfica. Foto: Divulgação.

Sobre o artista
Fernando Vilela (São Paulo, 1973) é artista, autor e ilustrador de livros que vive e trabalha em São Paulo. Utiliza diversas linguagens, como gravura, desenho, colagem, escultura, instalação e fotografia, já tendo realizado exposições na Pinacoteca do Estado de São Paulo, no Centro Cultural São Paulo, além de ser contemplado pelo Prêmio Funarte de Arte Contemporânea. No exterior, expôs na Bélgica, França, Espanha, Portugal, Estados Unidos e México. Possui obras nas coleções do MoMA de Nova York, do Museu de Arte Contemporânea de São Paulo, do Museu de Arte Moderna de São Paulo e da Pinacoteca do Estado de São Paulo. Como autor e ilustrador, já publicou em oito países. Por seus livros ilustrados recebeu cinco prêmios Jabuti e a Menção Honrosa Novos Horizontes do Prêmio Internacional Bologna Ragazzi Award.

Fernando Vilela, O Mar que Atravessamos, 2014. Foto: Divulgação.

Serviço
Exposição: "Enquanto isso", de Fernando Vilela.
Datas e horários: Abertura dia 27 de novembro de 2018, terça-feira, das 19h às 21h. Em cartaz até 24 de fevereiro de 2019. De segunda a domingo, das 8h às 20h.
Local: Biblioteca Mario de Andrade | R. da Consolação, 94 - República, São Paulo.
Entrada livre e gratuita.