AGENDA CULTURAL

Voltar

Enquanto houver o amanhã/ Creia na Felicidade”

Artistas: Rogério Degaki

Curadoria: -

De 18/2 a 18/3

Galeria Marcelo Guarnieri Ver mapa

Endereço: Alameda Lorena, 1966 - Jardim Paulista

Telefone: (11) 3063-5410

Em sua última individual na unidade Ribeirão Preto, da Galeria Marcelo Guarnieri, o artista plástico Rogério Degaki (1974- 2013), partindo de reminiscências pessoais, criou esculturas, a partir de referências como as fantasias dos personagens de desenho animado prediletos de sua infância. Para a exposição na unidade São Paulo, Degaki destaca as principais fases de sua produção artística, com foco para asesculturas produzidas entre os anos de 2011 e 2013, e pinturas do ano de 2005. “Enquanto houver o amanhã/ Creia na Felicidade”, estreia na Galeria Marcelo Guarnieri, São Paulo, no próximo dia 18 defevereiro (sábado), a partir das 14h. Com entrada gratuita, a exposição fica em cartaz até o dia 18 de março (sábado).

Rogério Degaki - Art Nouveau, 2013 - isopor, resina plástica, fibra de vidro e pintura automotiva 30 x 30 x 40 cm

O título da individual, “Enquanto houver o amanhã/ Creia na Felicidade”, é uma tradução da letra da música japonesa “ASU TO IU HI GA ARU KAGIRI / SHIAWASE WO SHINJITE”, cantada em diversas versões e diferentes intérpretes. Como frequentador dos tradicionais karaokês de SP, Rogério, que possui ascendência nipo-brasileira, cantava, em suas horas de lazer, a versão do cantor Akikawa Masafumi. Da ligação dememória afetiva e pessoal, o artista constrói um universo lúdico, reafirmando o caráter pop de seus recentes trabalhos, que dialogam com as propostas de artistas contemporâneos como Jeff Koons e Takashi Murakami. 


Rogério Degaki - Pão com geléia, 2012 - isopor, resina plástica, fibra de vidro e pintura automotiva - foto de Edouard Fraipont

Nas esculturas, Degaki continua o exercício iniciado há dez anos em sua trajetória, de criar objetos que fazem parte do cotidiano, com elementos de humor e ironia, em esculturas de isopor, que recebe acabamento com fibra de vidro, resina plástica e a valiosa finalização com pintura automotiva. Na obra “Co-op”, de 2012, a construção da peça com figuras de cabeça grande e corpo pequeno, remete ao imaginário atual das simulações computadorizadas e da tecnologia 3D. Parte das peças e das pinturas de “Enquanto houver o amanhã/ Creia na Felicidade”, são inéditas, e outras foram expostas em ocasiões como o 17º Cultura Inglesa Festival, no Centro Britânico Brasileiro, no ano de 2013, e na individual “Your princess is in another castle”, na unidade Ribeirão Preto da Galeria Marcelo Guarnieri, em 2012.

Bacharel em Artes Plásticas pela Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) em 2000, Rogério Degaki participou de exposições coletivas em importantes museus, como o Yerba Buena Center for the Arts-San Francisco (EUA), MOT-Museum Of Art-Tokyo (JP), Museum of Contemporary Art-Hiroshima (JP) e Museu de Arte Moderna de São Paulo (BR).

A exposição “Enquanto houver o amanhã/ Creia na Felicidade”, que abre dia 18 de fevereiro (sábado), a partir das 14h, para convidados, fica em cartaz, com entrada gratuita, de 20 de fevereiro a 18 de março, na unidade São Paulo da Galeria Marcelo Guarnieri. 

Serviço:
Galeria Marcelo Guarnieri
Exposição Individual de Rogério Degaki
Abertura: 18 de fevereiro, 2017 / 14h - 18h
Fechamento: 18 de março, 2017