AGENDA DAS ARTES

Voltar

Contaminações

Artistas: Varios

Curadoria: -

De 28/3 A 2/7

SESC Ipiranga Ver mapa

Endereço: Rua Bom Pastor, 822 - Ipiranga

Telefone: (11) 3340-2000

Obras literárias ‘contaminadas’ por outras linguagens artísticas são tema de exposição no Sesc Ipiranga.

Até dia 2 de julho o Sesc Ipiranga exibe a exposição Contaminações. Evidenciar como algumas importantes obras literárias brasileiras contemporâneas foram ‘contaminadas’ por outras linguagens artísticas distintas: este é o mote da mostra que, distribuída pelo projeto cenográfico assinado por Daniela Thomas, faz uma amálgama da atmosfera narrativa dos livros selecionados e obras dos artistas Franklin Cassaro, Eder Santos, Roberto Evangelista, Cristiano Mascaro, Heleno Bernardi e Álvaro Franca.

A exposição
A palavra ‘contaminação’, entre outros significados possíveis segundo o dicionário Houaiss, é definida como “influência de uma coisa sobre alguém ou algo” ou “infecção”. A mostra Contaminações trata desses contatos, de como uma linguagem artística toca outra e a infecta, em sua forma e seu conteúdo. Com isto, o projeto pretende provocar a reflexão sobre as fronteiras entre as formas de expressão artística e fomentar a exploração desses pontos de contato.

Para isto, parte do universo de três obras fundamentais da literatura brasileira da segunda metade do último século XX: Zero (1974), de Ignácio de Loyola Brandão; O concerto de João Gilberto no Rio de Janeiro (1982), de Sérgio Sant´Anna, e Eles eram muitos cavalos (2001), de Luiz Ruffato.


Crédito: Gean Carlo Seno 

O conjunto dos três trabalhos literários compõe um arco temporal que abarca diferentes e consecutivos períodos da história brasileira: os anos 1970 e toda a dureza de um regime ditatorial que procura calar, das mais diferentes formas, a sociedade; o início dos anos 1980 e o clima otimista vivido com os ventos de uma transição à democracia que já se pode sentir; e o final dos anos 1990, que é carregado com a insatisfação de quem percebe algumas mudanças na realidade do país, mas se decepciona com a velocidade dessas mudanças e com os resultados conseguidos com elas.

Com projeto expográfico concebido por Daniela Thomas e Felipe Tassara, a exposição está dividida em três espaços e materializa o universo dos personagens das três obras, colocando-os junto a obras de seus ‘contaminadores’ para criar um novo e inusitado diálogo. Para tal, Entre os Franklin Cassaro, Eder Santos, Roberto Evangelista, Cristiano Mascaro, Heleno Bernardi e Álvaro Franca.


Crédito: Gean Carlo Seno

Programação integrada – durante todo o projeto haverá ainda uma programação integrada com apresentações artísticas, residência artística, performances, cursos, oficinas, mostra de cinema e bate-papos.  

Serviço: 
Contaminações
Abertura: 28 de março de 2017. Terça, às 20h
Visitação: 29 de março a 2 de julho de 2017
Local: Sesc Ipiranga
Diversos espaços da unidade. Livre. Grátis
https://www.sescsp.org.br/programacao/116612_EXPOSICAO+CONTAMINACOES
Agendamento de visitas: agendamento@ipiranga.sescsp.org.br ou no telefone: 3340-2031