AGENDA CULTURAL

Voltar

Chiharu Shiota – Em busca do destino

Artistas: Chiharu Shiota

Curadoria: Tereza de Arruda

De 12/9 a 10/1

SESC Pinheiros Ver mapa

Endereço: Rua Paes Leme, 195 - Pinheiros

Telefone: (11) 3095-9400

O Sesc Pinheiros recebe, de setembro de 2015 a janeiro de 2016, a mostra “Chiharu Shiota – Em busca do destino”, primeira exibição na América Latina dos trabalhos de Chiharu Shiota, artista japonesa dedicada a instalações de grandes proporções formadas por extensas tramas de fios e objetos cotidianos usados – característica que levou o jornal britânicoThe Guardian a defini-la como “uma mulher-aranha que escala em torno dos entrelaçamentos do inconsciente humano”.

Com curadoria da historiadora de arte Tereza de Arruda, a mostra – que ocorre simultaneamente à participação da artista na 56ª Bienal de Veneza, na qual foi escolhida para representar o Japão – abriga três obras, “Além dos Continentes”, “Acumulação” e “Cartas de Agradecimento”, que traçam um percurso expositivo continuado em diferentes espaços da unidade e discutem questões como memórias e trajetórias. Nesta experiência, Chiharu, como costuma fazer em seus projetos mundo afora, convidou pessoas de todas as idades a participarem da construção de seus trabalhos por meio da doação de sapatos e cartas manuscritas com mensagens de agradecimento, somados como matérias-primas da exposição a um acervo de malas garimpadas pela artista na Alemanha, onde vive desde 1996.

Como resultado, ao vivenciar as instalações, o visitante tem diante de si, inicialmente, o percurso da própria artista: estão sintetizadas nestas obras suas primeiras iniciativas artísticas, ainda no Japão, a mudança para Berlim e o consequente amadurecimento de sua atuação no contexto europeu. Na sequência, o visitante é convidado a tomar assento num exercício de inflexão poética, provocado pelo contraste entre a singeleza dos recursos escolhidos por Chiharu e o potencial narrativo do imaginário arquitetado a partir delas – poucos objetos expõem e escondem, revelam e preservam ou são, ao mesmo tempo, tão públicos e íntimos quanto cartas, malas e sapatos.

1ª instalação: “Além dos Continentes”
Localizada na fachada do Sesc Pinheiros, de onde pode ser vista por qualquer pessoa, dentro ou fora da unidade, a instalação “Além dos Continentes” representa uma introdução à obra de Chiharu Shiota. É formada por centenas de sapatos doados pelo público. Suspensos em fios de lã vermelhos e alinhados na mesma direção, representam metonímias de trajetórias de vida: calçados gastos pelo uso carregam as marcas do tempo, tornando-se testemunhas de experiências individuais, neste contexto expandidas para o âmbito coletivo.

2ª instalação: “Acumulação – Em busca do destino”
A segunda instalação, localizada no piso térreo do Sesc Pinheiros, apresenta uma inusitada nuvem de malas que flutuam sobre escadas rolantes e se movimentam, acionadas por um sensor, durante a passagem do público, num fluxo contínuo somado ao trânsito natural de subida e descida das escadas. O efeito visual resultante sugere a composição de universo transitório, temporário, de passagem – características dos não lugares, ou dos lugares que resistem à permanência. As 200 malas foram adquiridas pela artista em Berlim, em feiras de produtos usados e antiguidades.

3ª instalação: “Cartas de Agradecimento”
A instalação nasceu como um impulso de gratidão da artista por pessoas e contextos pessoais variados, numa tentativa de estimular as pessoas a transporem em palavras sentimentos que, normalmente, são difíceis de verbalizar. Proposta de modo a transmitir ao visitante a sensação de acolhimento, a obra ocupa todo o espaço expositivo (2º andar) do Sesc Pinheiros, surpreendendo-o logo na entrada devido à complexidade da trama construída com as 6 mil cartas coletadas junto ao público brasileiro. As únicas exigências para a participação foram que as cartas fossem manuscritas e expressassem mensagens de agradecimento, independentemente do motivo. Durante a exposição, as cartas poderão ser lidas pelo público.

Mais sobre o processo de coleta
Desenvolvidas ao longo de dois meses por uma equipe especializada de educadores, as ações de coleta de cartas de agradecimentos e sapatos para a exposição “Chiharu Shiota – Em busca do destino” envolveram oficinas e performances realizadas permanentemente no Sesc Pinheiros, além de visitas a feiras livres, escolas, estações de metrô e demais espaços da cidade de São Paulo, nas quais foram propostas intervenções e brincadeiras para a sensibilização do público. O recebimento das cartas também foi possível via Correios e por meios digitais, com o envio de uma foto da carta manuscrita por e-mail e pelas redes sociais, acompanhada da hashtag #embuscadodestino.

Mais sobre Chiharu Shiota
Nascida em 1972 em Osaka, no Japão, vive desde 1996 em Berlim, na Alemanha, onde estudou artes plásticas com Marina Abramovic, que motivou o interesse pela performance em suas primeiras experiências artísticas. Mais tarde, Chiharu decidiu desenvolver também as grandes instalações, caminho que a inseriu definitivamente no cenário artístico internacional: em experiências mundo afora, ao suspender em cordões, organizar ou empilhar objetos usados, como cartas, chaves, camas, malas e sapatos, a artista se afeiçoou a construir verdadeiras teias sustentadas pelo passado e pelo presente, que evocam as camadas da memória e amadurecem um estilo em que a carga narrativa está contida na conjugação de experiências íntimas com o público.

Além dos Continentes, na área externa do Sesc Pinheiros / Foto: Adauto Perin. Divulgação

Detalhe da instalação Cartas de Agradecimento / Foto: Adauto Perin. Divulgação

serviço
Exposição: “Chiharu Shiota – Em busca do destino”, com curadoria: Tereza de Arruda.
Datas e horários: De 12 de setembro de 2015 a 10 de janeiro de 2016. De terça a sexta, 10h às 21h30; sábados, 10h às 20h30; domingos e feriados, 10h às 18h30.
Local: Sesc Pinheiros | Rua Paes Leme, 195 - Pinheiros.
Entrada gratuita.