AGENDA DAS ARTES

Voltar

Anatomias de Abril

Artistas: Claudio Mubarac

Curadoria: Ana Gonçalves Magalhães

De 17/3 a 28/4

FACE Gabinete de Arte Ver mapa

Endereço: Rua Cunha Gago, 208 - Pinheiros, São Paulo - SP

Telefone: (11) 3813-7330

Entre os dias 17 de março e 28 de abril de 2018, o artista plástico Claudio Mubarac apresenta um conjunto de 30 trabalhos recentes na mostra "Anatomias de Abril". Com curadoria de Ana Gonçalves Magalhães, a exposição fica em cartaz na FACE Gabinete de Arte com entrada livre e gratuita.

Pinturas recentes de Claudio Mubarac (Jorge Bastos Divulgação)

Dentre os trabalhos apresentados, encontram-se 9 telas, gravuras e desenhos em aquarela, nos quais Mubarac aborda elementos caros a sua poética, tais como a anatomia do corpo, tratada sempre de forma fragmentada. Essa fragmentação caminha junto com os processos experimentais e híbridos que o artista usa nas suas práticas da gravura, lançando mão de vários instrumentos e técnicas sobrepostos para desenhar e irromper a superfície do metal e, por consequência, do papel. Aliás, o suporte da gravura, isto é, o papel, tem sido também parte inerente da pesquisa artística de Mubarac: colecionador voraz de papéis das mais diferentes fibras, texturas e tonalidades, novos e antigos, ele cria trabalhos únicos, em que o mesmo elemento gravado numa matriz pode emergir combinado a tantos outros, em diferentes papéis e composições. "O objeto, a gravura, a figura, é para mim mais um lugar do que um esquema de representação", diz Mubarac.

O título da exposição é sugestivo de alguns aspectos de sua produção do último ano. A etimologia da palavra “abril” remonta à duas acepções: aprillis, abrir/germinar, eaprus, o nome etrusco da deusa do amor e da beleza, Vênus.

Pinturas recentes de Claudio Mubarac (Jorge Bastos Divulgação)

Nos desenhos e gravuras aquareladas, as cores e formas orgânicas abstratizantes aludem a um corpo erotizado. Embora sem uma referência ou citação evidente, eles resultam da longa admiração de Mubarac pela estampa japonesa e pelos desenhos eróticos do escultor francês Auguste Rodin. A cor surge com uma nova presença em seus trabalhos e se contrapõe ao desenho à ponta-seca, reagindo e derramando-se na superfície do papel.

Sobre o artista
Artista, gravador, e professor livre-docente do Departamento de Artes Visuais da Escola de Comunicação e Artes da USP, Claudio Mubarac vive e trabalha em São Paulo. Suas obras estão nas coleções dos principais museus da cidade. Várias instituições importantes, nacionais e internacionais, realizaram exposições de seu trabalho. A mais recente individual dedicada a ela foi realizada na Pinacoteca do Estado de São Paulo.

Pinturas recentes de Claudio Mubarac (Jorge Bastos / Divulgação)

Serviço
Exposição: "Anatomias de Abril", de Claudio Mubaraco com curadoria de Ana Gonçalves Magalhães
Datas e horários: Abertura dia 17 de março, das 11h às 15h. Em cartaz até 28 de abril de 2018. De segunda a sexta-feira, das 11h às 19h; sábado, das 11h às 15h.
Local: FACE Gabinete de Arte | R. Cunha Gago, 208 - Pinheiros, São Paulo.
Entrada livre e gratuita.
créditos: Jorge Bastos / Divulgação | legendas: Pinturas recentes de Claudio Mubarac