AGENDA DAS ARTES

Voltar

A poética da imersão

Artistas: Lawrence Malstaf

Curadoria: -

De 22/7 a 18/9

Centro Cultural Banco do Brasil Ver mapa

Endereço: Rua Álvares Penteado, 112 - Centro

Telefone: (11) 3113-3651

Em parceria inédita com o Centro Cultural Banco do Brasil, a 18ª edição do FILE apresenta duas iniciativas que vão movimentar a capital a partir do mês de julho: o FILE PAI - Paulista Avenida Interativa, que leva trabalhos de importantes artistas digitais para a Avenida Paulista a partir do dia 18 de julho; e o FILE SOLO, modalidade inédita do festival, que trará com exclusividade para o CCBB-SP a individual Lawrence Malstaf – A poética da imersão, a partir do dia 22 de julho. Utilizando-se da tecnologia de ponta como inspiração e como técnica, o premiado artista belga Lawrence Malstaf trabalha na fronteira entre a arte visual e a performática e cria experiências sensoriais e instalações instigantes que têm desafiado públicos de todas as idades. 


Lawrence Malstaf, Mirror, 2002 © Lawrence Malstaf & Tallieu Art Office.

Ao longo da história da arte, a poética de cada época tem inspirado pinturas, desenhos, fotografias e esculturas. Nos dias de hoje, no entanto, a produção artística tem achado seu lugar em meio a cabos elétricos, sensores, motores elétricos, códigos, óculos VR e toda a sorte de inventividades eletrônicas. E há 18 anos, o FILE– Festival Internacional de Linguagem Eletrônica – vem confirmando essa relação cada vez mais estreita e natural entre arte e tecnologia.

Desde sua primeira edição, no ano 2000, o FILE tem apresentado exposições coletivas, com o propósito de mostrar a diversidade de expressões da arte tecnológica e fornecer uma visão abrangente da produção de cada período e em diferentes países com o desenvolvimento poético de cada artista. Durante os últimos 18 anos, no entanto, vários artistas digitais desenvolveram produções consistentes e coesas na direção da inovação e da criatividade. 

Alinhado a este movimento, o Festival Internacional de Linguagem Eletrônica criou uma modalidade exclusiva para o CCBB-SP, chamada de FILE SOLO, que tem como objetivo mostrar um conjunto de obras de um único artista, explorando a relação interdisciplinar entre tecnologia e criatividade.


Lawrence Malstaf, Transporter, 2008 © Lawrence Malstaf & Tallieu Art Office (photo Daisy Gelaude).

A novidade, FILE SOLO, que será inaugurada com a exposição Lawrence Malstaf – A poética da imersão no dia 22 de julho, vai distribuir seis instalações do artista belga entre o espaço térreo e mais três andares do prédio histórico do CCBB- SP. “A arte digital e a transdisciplinaridade nas artes são campos recentes de conhecimento – datam dos anos 1990. Mesmo assim, pode-se dizer que alguns artistas já constituíram uma trajetória consolidada neste segmento, como é o caso de Malstaf, que trabalha na inter-relação das artes visuais com a performance. O belga usa a tecnologia como inspiração para seus projetos, e o caráter interdisciplinar e inovador de sua poética foi determinante para a curadoria do FILE SOLO. A trajetória de Malstaf rumo a sua maturidade artística dialoga com a maioridade dos 18 anos do FILE. Sua obra transita por múltiplas linguagens e reúne trabalhos contundentes, que tencionam o papel do espectador e o desafiam a se tornar parte ativa das obras”, explica Paula Perissinotto, organizadora do FILE.

Dentre as obras confirmadas, está a impactante Shrink, que consiste em duas grandes folhas de plástico transparente e um dispositivo que gradualmente suga o ar entre elas, deixando o corpo do performer embalado a vácuo e verticalmente suspenso. O visitante também poderá vivenciar a experiência de ser embalado pelo mecanismo. Um dos aspectos mais interessantes do trabalho de Malstaf é justamente este: criar experiências individuais para o visitante partir de salas e instalações sensoriais.

Outro destaque da mostra é o trabalho Nemo Observatorium. Nesta obra, o visitante entra em um ambiente cilíndrico transparente, senta-se em uma cadeira e o entorno começa a girar. Partículas brancas começam a girar em alta velocidade, criando no visitante a sensação de estar no centro de um tornado. Enquanto isso, os visitantes do lado de fora contemplam o espetáculo. 


Lawrence Malstaf, Nemo Observatorium, 2000 – 2002 © Lawrence Malstaf & Tallieu Art Office.

A iniciativa FILE PAI - Paulista Avenida Interativa, sucesso em edições anteriores, será retomada com a instalação de quatro obras interativas ao longo da Avenida Paulista, a partir de 18 de julho. O objetivo é potencializar ainda mais o acesso de públicos de todas as idades a obras de arte digital.

São destaques o trabalho Little Babylon, criado pelos grupos Rezone, ONL Architects, Air Design Studio, Marijn Moerbeek & Thomas Rutgers, da Holanda. A obra é uma estrutura inflável de 20 metros de altura que muda de cor de acordo com as hashtags enviadas pelo público; e a experiência The temptation of Saint Anthony (Les Poissons Volants – França), que vai disponibilizar, em 4 estações de metrô da Avenida Paulista, óculos de realidade virtual para o visitante fazer um verdadeiro mergulho na tela homônima do mestre Hieronymus Bosch (1450 – 1516).

A FILE PAI é, além de uma oportunidade de vivenciar arte digital gratuitamente em plena Avenida Paulista, um convite para ampliar essa experiência no FILE SOLO, com a exposição individual de Lawrence Malstaf no Centro Cultural Banco do Brasil de São Paulo.

Serviço:
File Solo
Exposição: Lawrence Malstaf – A poética da imersão
Local: Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo- Térreo, 1º, 2º, 3º e 4º andares.
Abertura: 22 de julho, às 11h. No mesmo dia, às 14h, o artista conversa com o público (haverá retirada de senhas a partir das 13h).
Período da exposição: 22 de julho a 18 de setembro de 2017
Horário: quarta a segunda, das 9h às 21h.
Classificação indicativa: livre
Entrada gratuita
Evite filas e agende sua visita no site ou aplicativo da EVENTIM: www.eventim.com.br

FILE PAI – Paulista Avenida Interativa
Obra | Local | Horário
To Reverse Yourself | Conjunto Nacional e Av. Paulista | 10h – 17h
Singing Tunnels | Estação Paraíso do Metrô | 10h – 17h
The Temptation of Saint Anthony | Agência Banco do Brasil (Av. Paulista, 2163) e estações Brigadeiro e Consolação do Metrô | 10h – 17h
Little Babylon | Torre Matarazzo/Shopping Cidade São Paulo | 10h – 22h
Abertura: 18 de julho
Período da exposição: 18 de julho a 01 de agosto de 2017
Classificação indicativa: livre
Entrada gratuita.