AGENDA DAS ARTES

Voltar

A marquise, o MAM e nós no meio,

Artistas: Varios

Curadoria: Ana Maria Maia

8/5 a 19/8

MAM - Museu de Arte Moderna Ver mapa

Endereço: Parque Ibirapuera, Portão 3 - Ibirapuera

Telefone: (11) 5085-1300

Até 19 de agosto de 2018, o MAM – Museu de Arte Moderna de São Paulo, apresenta a exposição A marquise, o MAM e nós no meio, inspirada na metáfora de conexão do museu com seu entorno. Sediado desde 1969 em um pavilhão sob a marquise idealizada por Oscar Niemeyer para o Parque Ibirapuera, o museu é parte integrante de um dos mais vigorosos e espontâneos espaços voltados para manifestações culturais, esportivas e políticas da cidade. A Sala Paulo Figueiredo reúne um conjunto de obras da coleção do museu selecionadas pela curadora Ana Maria Maia, permeadas por mobiliário e layout elaborado pelo coletivo de artistas e arquitetos O Grupo Inteiro, que vão dialogar com as atividades realizadas pelas comunidades que frequentam a marquise, coordenados pelo Educativo MAM.


Machado, Ivens 1998. Imagem: Romulo Fialdini

Ana Maria Maia entende que, além da coleção do MAM, são parte integrante do  “acervo” do museu as relações de vizinhança, os territórios, e os agentes que convivem no MAM e no seu entorno. “O espaço se apresenta como um convite para as mais diversas ocupações, formadas por grupos que buscam exercitar suas identidades, articulando encontros de dança, esportes e fãs clubes”, explica.   “Esse ambiente foi o ponto de partida para minha reflexão sobre o que o MAM é hoje – identidade, acervo e história, no momento em que o museu completa 70 anos.  Me pareceu interessante pensar sobre sua identidade mundana, além da relacionada ao circuito da arte”, conclui a curadora.


Melhem, Georgete. Imagem: Romulo Fialdini 

Durante o período da mostra, o Educativo MAM programou uma agenda de eventos vinculada ao Domingo MAM, iniciativa que o setor Educativo do museu desenvolve  desde 2013. Serão seis edições especiais ligadas à exposição. Cada uma delas abordará aspectos da vizinhança entre o MAM e a marquise, onde diferentes manifestações de arte, cultura, esporte e sociabilidade constituem uma relação diária de convívio e negociação (segue abaixo a programação especial “nós no meio”,  com performances, oficinas, conversas, apresentações de dança, teatro e música).

 A vocação mista do espaço amplo da marquise tanto para cultura como para entretenimento remonta os anos 1950: o mesmo edifício que hoje abriga o MAM, sediou, em 1955, um museu de cera, idealizado por Ciccillo Matarazzo, que em 1956, o transformou em rinque de patinação.  Em 1969, o espaço foi preparado para ser um cubo branco.

 
Slomp, Vilma 1998. Imagem: Romulo Fialdini

 Ao todo são 38 artistas e grupos participantes, entre instalações, performances, apresentações de música e dança, fotografia, pintura e escultura. As obras do acervo permanecem dentro da sala de exposição, enquanto objetos como rampas de skate são utilizados tanto na arquitetura expositiva da mostra como na parte externa, para serem utilizadas pelos skatistas que frequentam o vão livre. Segundo Ana Maria Maia, o objetivo é que o espaço expositivo seja experimentado durante o tempo da mostra “como remanso, palco e pista, em suas interfaces com o entorno”.

Artistas e grupos: Alessandra Leão, Amelia Toledo, Bey Hive, Break Ibira, Cinthia Marcelle, Claudio Tozzi, Coletiva Ocupação, Explode!, Falves Silva, Flávio de Carvalho, Georgete Melhem, Guilherme Peters, Henrique Fuhro, House of Zion, Ione Saldanha, Ivens Machado, Jorge Menna Barreto, Josefa Pereira e Patrícia Bergantin, Laura Lima, Lenora de Barros, Manuk Poladian, Mário Ishikawa, Maureen Bisilliat, MC Delacroix, Micrópolis, Mídia Ninja, Mônica Nador, Nair Benedicto, Nenê da Vila Matilde, O Grupo Inteiro, Otto Stupakoff, Paulo Nazareth, Revista On/Off, Rosana Paulino, Siron Franco, Vilma Slomp, Waldeny Elias.

Domingo MAM Programação especial "Nós no Meio"

24 de junho
Explode! Zion, bate papo* e batalha de vogue seguida de pocket-show da MC Delacroix
Horário: 14h às 18h
Local: Marquise, em frente à sala de vidro
*Com intérpretes de Libras

8 de julho
Laura Lima, performance "Quadris de homem = carne/mulher = carne"
Horário: 14h às 16h
Local: Entre a Sala Paulo Figueiredo (MAM) e a Marquise

Josefa Pereira e Patrícia Bergantin, performance “Mandíbula"
Horário: 14h às 15h
Local: entre a Sala Paulo Figueiredo (MAM) e a Marquise

Breaking Ibira, roda de treino e apresentação de b.boys e b.girls
Horário: 15h30 às 17h30
Local: Marquise, em frente à sala de vidro 

15 de julho
Jorge Menna Barreto, "Café Educativo: Uma Escuta da Fome"
Com colaboração de Alexis Milonopoulos e Márcio Diegues

 Atividade 1: "Fome em deriva: caminhada de identificação de plantas alimentícias não-convencionais no Parque Ibirapuera"*
Convidada: Neide Rigo
Horário: 10h30 às 12h30
Local de encontro: recepção do MAM
*Com intérpretes de Libras.

Atividade 2: "Entre a fome e o apetite: piquenique no parque"*
Horário: 12h30 às 13h30
Local de encontro: recepção do MAM
*As e os participantes deverão trazer seus alimentos

Atividade 3: "Fome de Comum: conversação sobre as potências da fome"*
Convidado: Ricardo Rodrigues Teixeira
Horário:  14h30 às 17h
Local: sala de vidro do MAM
*Com intérpretes de Libras

29 de julho
Alessandra Leão, oficina "Cadê o cantador?"
Horário: 11h às 14h
Local: Marquise, em frente à sala de vidro 

Coletiva Ocupação, apresentação "Quando quebra queima"
Horário: 15h30 às 17h
Local: Marquise, em frente à sala de vidro

 5 de agosto
Oficina de estêncil com JAMAC
Horário: 11h às 15h
Local: Marquise, em frente à sala de vidro
Vagas limitadas

Escola de samba Nenê de Vila Matilde, apresentação da bateria
Horário: 16h às 17h
Local: Marquise, em frente à sala de vidro 

A curadora:
Ana Maria Maia (Recife, 1984) é pesquisadora, curadora e professora de arte contemporânea. Faz doutorado em Teoria e Crítica de Arte na Universidade de São Paulo. Foi curadora adjunta do 33º Panorama de Arte Brasileira do Museu de Arte Moderna de São Paulo (2013) e curadora do Rumos Artes Visuais do Itaú Cultural (2011-2). É autora do livro Arte-veículo: intervenções na mídia de massa brasileira (Editora Aplicação, 2016), realizado com Bolsa Funarte 2014 de Estímulo à Crítica de Arte.

O Grupo Inteiro
O grupo inteiro, composto por Carol Tonetti, Claudio Bueno, Ligia Nobre e Vitor Cesar, desde 2014, reúne diferentes formações e práticas – nos campos da arquitetura, design, arte, comunicação, aprendizagem e tecnologia – que convergem, estabelecem correspondências e se expandem. Realizam pesquisas, agenciamentos, projetos espaciais, gráficos e tecnológicos em diversas escalas, ativando múltiplos modos de convivência. Trabalhos incluem Condutores, para a exposição Playgrounds 2016, MASP e Sesc Interlagos, Campos de Preposições Sesc Ipiranga, 2016 – em colaboração com a Central Saint Martins – Londres, MetaCozinha na Casa do Povo, 2016, Manejo – espacialização do projeto Restauro, de Jorge Menna Barreto na 32a Bienal de São Paulo. http://www.ogrupointeiro.net/

Serviço:
Mostra: A marquise, o MAM e nós no meio
Curadoria: Ana Maria Maia em conversa com O Grupo Inteiro e Educativo MAM
Visitação: 9 de maio a 19 de agosto de 2018
Ingresso: R$ 7,00 | meia-entrada: R$ 3,50
Entrada gratuita aos sábados
Menores de 10 e maiores de 60 anos, sócios e alunos do MAM, funcionários das empresas parceiras e museus, membros do ICOM, AICA e ABCA com identificação, agentes ambientais, da CET, GCM, PM, Metrô e funcionários da linha amarela do Metrô, CPTM, polícia civil, cobradores e motoristas de ônibus, motoristas de ônibus fretados, funcionários da SPTuris, vendedores ambulantes do parque Ibirapuera, frentistas e taxistas com identificação e até 4 acompanhantes não pagam entrada. Aos sábados, a entrada é franca para todo o público, durante todo o dia
Agendamento gratuito de visitas em grupo para as atividades abertas a todos os públicos pelo tel. 11. 5085-1313 e e-mail educativo@mam.org.br